Divulgação

A décima edição do Encontro de Escalada de Proença-a-Nova atraiu gentes de todo o mundo

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Divulgação

 

O X Encontro de Escalada, em Proença-a-Nova, contou com cerca de 80 participantes vindos de várias partes do mundo. Foram alemães, bielorrussos, belgas, brasileiros e portugueses provenientes de vários pontos do concelho e do país, que escalaram as Portas de Almourão durante o fim de semana de 28 e 29 de outubro. Dos 80 participantes, cerca de 15 tiveram a oportunidade de experimentar pela primeira vez esta modalidade, no workshop de iniciação à escalada que aconteceu no sábado de manhã.

O destaque desta edição foi a inauguração de um novo setor, a Cova do Olival, para a prática desta modalidade, que se juntou aos cinco já existentes: Portas de Almourão, Buraca da Moura, Lagoa Verde, Terra dos Grifos e Placa Amarela, reforçando a aposta neste desporto de natureza do município.

“A escalada tem vindo a projetar as Portas de Almourão e aldeia de Sobral Fernando a nível regional, nacional e internacional”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, João Lobo, que focou a importância deste evento que atrai pessoas oriundas de todos os pontos do mundo para a prática desportiva. 

O próximo passo no desenvolvimento da escalada no concelho será equipar a 5ª Via Ferrata do país, um projeto que irá iniciar em breve e que irá começar na aldeia do Carregal e vai percorrer um afloramento rochoso da Serra das Talhadas até à torre de vigia, local onde também serão colocadas 2 a 3 vias de escalada de iniciação e reuniões para rappel, representando também um excelente local para os Bombeiros e Canarinhos treinarem resgate.  

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...