Divulgação

Beja celebra os 3 anos de Cante Alentejano como Património Cultural e Imaterial da Humanidade

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Direitos Reservados

 

Hoje, dia 25 de novembro, a partir das 21h30 haverá um debate, atuações e a exibição do filme Os Cantadores de Paris no Centro Unesco em Beja.

Este evento serve para celebrar os 3 anos da classificação do Cante Alentejano como Património Cultural Imaterial da Humanidade que se completam a 27 de novembro.

O cartaz Vozes do Cante -Diálogos em torno do Cante Alentejano conta com os convidados Janita Salomé, um dos Homens do Cante, Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Salwa Castelo-Branco, uma das coordenadoras da candidatura, e José Orta, Professor no IPBeja que há muito participa deste mundo do Cante. A atuar estarão Mineiros de Aljustrel e Grupo Coral de Beringel.

O Centro UNESCO em Beja, no que toca ao Cante, “assume o seu papel de preservação deste património numa base contínua, em estreita relação com os grupos corais, os verdadeiros agentes e guardiães deste património e em diálogo aberto com a comunidade. Esta sessão é mais um passo nesse sentido.”

No seguimento desta celebração, dia 26, pelas 18h00, terá lugar no Pax Julia a exibição do filme Os Cantadores de Paris, seguido de uma conversa com o realizador Tiago Pereira e uma atuação dos Cantadores do Desassossego. A entrada é livre.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...