Município de Cabeceiras de Basto

Cabeceiras de Basto investe no Mosteiro de S.Miguel de Refojos

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Município de Cabeceiras de Basto

 

Na reunião de executivo do passado dia 10 de novembro, a câmara de Cabeceiras de Basto aprovou as empresas de construção que farão as obras de beneficiação no mosteiro de S.Miguel de Refojos. 

Em comunicado, o município referiu que estão previstos para 2018 mais projetos para o Mosteiro. 

A instalação do Serviço de Atendimento Único é um desses projetos. O projeto teve um investimento global de 370 mil euros e foi apoiado por fundos europeus. A empreitada prevê a eliminação de “barreiras arquitetónicas e permitindo acessibilidade para todos e, no âmbito da eficiência energética, melhorando as condições térmicas e de iluminação”. 

Município de Cabeceiras de Basto

 

Também as coberturas dos Paços do Concelho e da Igreja também vão ser alvo de intervenção. Graças a uma verba de 2 milhões de euros, vindos do Programa Norte 2020, vai ser possível “a concretização de projetos e diversos estudos que visam, entre outras, a execução de obras de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro, reabilitação de vãos e pinturas das fachadas; conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras; a reabilitação do espaço onde antigamente funcionou a livraria; o desassoreamento da Ribeira de Penoutas que visa baixar o nível freático na envolvente ao Mosteiro; bem como a construção de um coletor de águas pluviais”, refere o município. 

A reabilitação da antiga livraria do Mosteiro está já a ser recuperada e o espaço será visitável no futuro. Em 2018, avançam as obras de beneficiação da fachada e das torres sineiras. 

Município de Cabeceiras de Basto

 

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...