Divulgação

“Solteiras, Casadas” encerram “Artes e Baco” no Pinhão

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Divulgação

“Artes e Baco” chega ao fim sábado, 1 de dezembro, com a peça “Solteiras, Casadas” da Ofitefa – Oficina de Teatro de Favaios.

A peça conta a história de dois amigos ingleses, Bolinbrok e John, o segundo já radicado no Douro há anos, apaixonados pelas irmãs Virgínia e Clarisse. Os quatro fogem para se casarem em segredo da furiosa mãe das moças, a Sra. Narcisa das Neves. Na fuga contam com a ajuda do atrapalhado Jeremias, que por sua vez vive em constante alvoroço por causa da sua brava esposa Henriqueta. Envolvidos em confusões e desencontros, os personagens prometem momentos de muita diversão.

A história é uma adaptação baseada num dos mais famosos textos de Martins Pena e tem encenação de José Máximo.

O ciclo “Artes e Baco” é uma organização da Associação Vale d’Ouro com o apoio da Fundação INATEL e da Junta de Freguesia do Pinhão, a vila que, no último trimestre serviu de palco às três propostas culturais que integraram teatro e magia.

Com entrada gratuita, “Solteiras, Casadas” sobre ao palco da Casa do Povo do Pinhão pelas 21h30.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...