Direitos reservados

“Alto Minho TREX” promove partilha de metodologias inovadoras no uso do fogo

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Direitos Reservados

Dez municípios do Alto Minho participaram, entre os dias 18 e 25 de novembro, na iniciativa “Alto Minho TREX”, onde foi debatido o tema do uso do fogo como forma de gestão e prevenção de grandes incêndios florestais.

Vários especialistas nacionais e estrangeiros reuniram, em regime internato, no Centro de Educação e Interpretação Ambiental da Paisagem Protegida de Corno do Bico, em Paredes de Coura, para trocar experiências, técnicas e executar diversas queimas em ambientes e ecossistemas diversificados do Alto Minho.

Para além do uso do fogo, foram também abordados temas como a ecologia do fogo, a organização e gestão de incidentes (ICS/IMT) e gestão do fumo e seus impactos, nesta que foi a primeira vez que a iniciativa se realizou na Europa.

O objetivo deste projeto, que conta com a parceria da “Nature Conservancy”, organização internacional líder na conservação da biodiversidade e do meio ambiente, passa pela criação de zonas de descontinuidade que possam servir para ancoragem de incêndios, protegendo, assim, zonas habitacionais e florestais.

Estas ações estão previstas nos planos de fogo controlado desenvolvidos pelos gabinetes técnicos florestais dos municípios e inserem-se no “Plano Regional de Fogo Controlado do Alto Minho”, que está a ser promovido pela CIM Alto Minho no âmbito do projeto “Protec|Georisk: Alto Minho 2020”.

[slideshow]https://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B4c053e8b/20767235_rjA10.jpeg,https://c2.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Ba9062e14/20767236_SJRDw.jpeg,https://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Ba20488bb/20767237_jQma6.jpeg,https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B7612c2ca/20767238_1IPtE.jpeg,https://c3.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/Bec045f43/20767239_v1W7Z.jpeg[/slideshow]

 

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...