Município de Cabeceiras de Basto

“Fauna e Flora” em workshop no Centro Hípico de Cabeceiras de Basto

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Município de Cabeceiras de Basto

As crianças e jovens das escolas do concelho de Cabeceiras de Basto ficaram a conhecer as várias espécies de seres vivos estudados no contexto ambiental do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, num workshop sobre “Fauna e Flora” promovido pela Iberdrola e a Biosfera, em colaboração com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

Os alunos tiveram ainda oportunidade para fazer uma visita à exposição de dezenas de plantas, invertebrados, peixes, mamíferos, aves e anfíbios, espécies que estiveram expostas ao longo de seis pontos de paragem, num percurso cheio de surpresas preparado pela Biosfera.

Município de Cabecerias de Basto

Ficaram a conhecer ao vivo a margaritífera – espécie ameaçada de mexilhão-de-rio, a enguia ou o escalo, presentes no rio Beça; também as árvores mais abundantes da zona norte de Portugal como é exemplo o pinheiro, o sobreiro ou a nogueira e ainda alguns macroinvertebrados como os insetos aquáticos em fase larvar; a vaca-loura e a lagarta, mais tarde borboleta, da couve.

Esta iniciativa de cariz ambiental, cultural, educativo e social visa dinamizar e promover o conhecimento relativos à fauna e flora da região, bem como promover a integração e envolvimento da população mais jovem da região do Tâmega, nomeadamente do Município de Cabeceiras de Basto no que diz respeito aos temas relacionados com as ações de monitorização, levantamento e minimização de impactos junto das espécies e dos seus habitats realizados pela Biosfera, empresa responsável pelos trabalhos de fauna e flora, no âmbito dos estudos ambientais do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...