Divulgação

Matosinhos assina protocolo com Dignitude para alargamento da Rede Solidária do Medicamento

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Divulgação

A Câmara Municipal de Matosinhos e a Associação Dignitude acabam de estabelecer um protocolo de colaboração tendo em vista a continuação no concelho do Programa abem–Rede Solidária do Medicamento. A assinatura do documento decorreu esta manhã, 19 de fevereiro, nos paços do concelho, permitindo que a autarquia continue a comparticipar 90% do custo da medicação dos cidadãos mais carenciados.

A Câmara Municipal de Matosinhos aderiu à Rede Solidária do Medicamento em 2016, tendo, durante a fase-piloto, apoiado 82 munícipes que se encontravam em situação de carência económica e com doença comprovada por diagnóstico médico, referenciados pela Rede de Atendimento Integrado. O município pretende agora alargar o programa a um maior número de beneficiários e sensibilizar o setor privado para a importância da sua implicação neste projeto, numa lógica de responsabilidade social e de cooperação.

 A Associação Dignitude é uma Instituição Particular de Solidariedade Social criada com o objetivo de dar resposta aos problemas de acesso ao medicamento. O Programa abem–Rede Solidária do Medicamento permitiu criar um fundo solidário para comparticipar o pagamento dos medicamentos de cidadãos carenciados, contando com o alicerce logístico da rede das Farmácias Portuguesas. O programa chegou já, na sua fase-piloto, a mais de 1.500 utentes em nove concelhos do país. A Associação Dignitude pretende alargar a Rede Solidária do Medicamento a cerca de 50 mil portugueses até 2019.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...