Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

o canal de informação regional d'o largo....

21.04.20

Marinha Grande: Celebrações do 25 de Abril serão online

Município transmite várias ações no Facebook e no YouTube


por Bruno Micael Fernandes

Município da Marinha Grande

Os festejos da Marinha Grande do 46.º aniversário da Revolução do 25 de Abril vão ser online.

O anúncio foi feito em comunicado pela autarquia marinhense que esclarece que os festejos serão em formato "programa" que será transmitido no Facebook, YouTube e no site do município na noite do dia 24 e durante o dia 25 de abril. As ações a serem emitidas incluem um espetáculo da banda Taramela com "temas alusivos ao músico José Afonso" e um espetáculo de Paulo de Carvalho, além da sessão da Assembleia Municipal evocativa do 25 de abril. A transmissão incluirá também uma homenagem aos "profissionais de saúde, lares e forças de segurança que estão na primeira linha da defesa contra a pandemia". 

Cidália Ferreira, presidente da câmara da Marinha Grande, garante que "nunca deixaríamos de celebrar este grande dia" devido à pandemia de COVID-19. A autarca sublinha que as comemorações do dia 25 são importantes: "Num momento em que estamos privados da nossa liberdade de movimentos, nunca devemos esquecer os valores do respeito pelo outro, da responsabilidade social e da união para que possamos vencer e ultrapassar esta fase", conclui. 

A transmissão, no dia 24, tem início às 22h35. Já no dia 25, a emissão terá início às 11h (de manhã) e às 15h (de tarde). 

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
17.04.20

GNR intensifica patrulhamento para garantir cumprimento das normas do Estado de Emergência

Operação Fique em Casa II estará em curso a partir de hoje até segunda-feira


por helena margarida

GNR com idosos.png

A Guarda Nacional Republicana (GNR) irá realizar a partir de hoje, dia 17, e até ao próximo dia 20 de abril, uma operação de intensificação do patrulhamento, fiscalização e sensibilização, em todo o Território Nacional, com o objetivo de apoiar a população e garantir o cumprimento das normas do Estado de Emergência.

Durante a operação, "serão empenhadas as várias valências da Guarda, sendo o esforço orientado para a verificação do cumprimento do confinamento obrigatório, por parte dos cidadãos sobre os quais impede esse dever, bem como para o apoio aos mais vulneráveis e desfavorecidos", informa a GNR em comunicado enviado à imprensa.

Neste particular, a Guarda continuará a promover o Programa “65 Longe+Perto”, contactando a população mais idosa, sobretudo a que vive sozinha, isolada ou sozinha e isolada, elucidando sobre as regras específicas decretadas para o Estado de Emergência e procurando sinalizar situações de idosos que, por força do maior isolamento social, necessitem de uma abordagem ao nível psicológico, para as quais serão disponibilizados psicólogos do Centro Clínico da GNR, numa segunda linha de apoio.

Adicionalmente, para além da sensibilização para a limitação da circulação na via pública, a Guarda irá garantir o cumprimento das demais normas previstas na lei, zelando para que a população se abstenha de deslocações desnecessárias, as quais poderão potenciar a propagação da epidemia COVID-19.

A GNR relembra que todos devem:

1.    Manter o distanciamento social;

2.    Zelar pelo cumprimento das regras de etiqueta respiratória;

3.    Lavar bem, frequentemente e demoradamente as mãos com água e sabão (ou solução de base alcoólica);

4.    Evitar sair de casa, excepto por situações excecionais.

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
13.04.20

EDP alvo de ataque informático

Dados de clientes e sistemas de abastecimento de energia não terão sido afetados


por Bruno Micael Fernandes

Federica Giusti

A EDP sofreu, na manhã desta segunda-feira, um ataque informático que afetou os sistemas de atendimento ao cliente.

Segundo noticiam vários órgãos de comunicação social, o ataque foi realizado contra vários servidores de suporte à operação diária da "EDP Distribuição", a empresa do grupo EDP responsável pela rede de distribuição de energia. Os sistemas foram parcialmente bloqueados, sendo que as dificuldades se mantiveram ao longo de todo o dia.

Apesar do ataque, os dados dos clientes não terão sido violados nem os sistemas que gerem o abastecimento de energia estarão em risco. A SIC Notícias acrescenta que também não estão previstas interrupções no fornecimento de eletricidade. 

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
13.04.20

Associação Académica de Lisboa pede suspensão das propinas

Perda de rendimentos e inexistência de aulas práticas são razões apontadas


por Bruno Micael Fernandes

Jordan Encarnacao on Unsplash

A Federação Académica do Porto (FAP) e a Associação Académica de Lisboa (AAL) estão a alertar para os efeitos da pandemia da COVID-19 no ensino superior.

Segundo o Correio da Manhã desta segunda-feira, os estudantes estão a enfrentar diversos problemas como o desemprego ou a diminuição do rendimento das famílias. Bernardo Rodrigues, presidente da AAL, diz mesmo que as dificuldades dos estudantes para pagar os quartos "são cada vez maiores": apesar da maior parte ter regressado a casa dos familiares, os alunos têm de manter a despesa. "No mínimo, um quarto custa 300 euros por mês", alerta. Num inquérito relizado pela associação, cerca de 4 mil estudantes, além do preço do alojamento, mostraram-se preocupados com a inexistência de aulas práticas, dificuldades no acesso ao ensino à distância ou a equipamentos e o pagamento das propinas. Por isso mesmo, a associação está a pedir a "suspensão da cobrança de todo o tipo de propinas no ensino superior público, privado ou concordatário". 

Ao mesmo diário, Marcos Alves Teixeira, presidente da FAP, é mais cauteloso: não pedindo a supensão da cobrança de propinas, reinvindica o "alargamento do período de pagamento sem juros acrescidos. Nenhum estudante pode deixar de estudar por falta de dinheiro", sustenta. 

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
03.04.20

Barcelos: Festa das Cruzes cancelada devido à COVID-19

Preocupação centra-se no combate à pandemia


por Bruno Micael Fernandes

Bruno Micael Fernandes

Todas as atividades culturais e recreativas promovidas pela autarquia de Barcelos estão suspensas ou canceladas devido à pandemia de COVID-19. A informação foi confirmada esta sexta-feira pelo autarca Miguel Costa Gomes numa conferência de imprensa por vídeo, depois de uma reunião de Câmara, avançam os media locais. 

"Suspendemos qualquer atividade cultural, desportiva e recreativa promovida pelo município", anunciou o presidente, sublinhando, logo de seguida, que "a Festa das Cruzes não se realizará este ano". 

A suspensão das atividades da autarquia irá estender-se pelos "próximos meses", sendo que a preocupação se centra no combate à pandemia: "Estamo-nos a preparar para o pior cenário em Barcelos", afirma o autarca, estando em preparação 120 camas para receber infetados ou pessoas em quarentena. O Seminário da Silva é um dos locais preparados pela autarquia mas serão instalados hospitais de campanha em várias freguesias, ocupando albergues de peregrinos e pavilhões multiusos. 

 

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.