Mafalda Oliveira/Somincor

UTAD e UMinho estudam formas de transformar resíduos das minas em novos produtos

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 2 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Mafalda Oliveira/Somincor

E se os resíduos das minas dessem origem a novos produtos? 

Este é o propósito do projeto “MINECO – New Eco-innovative for Mining Infra” liderado pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) em conjunto com a Universidade do Minho (UMinho)e a empresa filandesa Tapojärvi Oy. O objetivo do projeto é o desenvolvimento de  “métodos alternativos para reciclar resíduos da exploração de sulfuretos metálicos” das minas de São Domingos e de Neves-Corvo, ao mesmo tempo que se pretende contribuir para “desenvolvimento industrial sustentável, objetivo alinhado com a sustentabilidade do setor europeu de matérias-primas e, em particular, com a economia circular relacionada com as infraestruturas de mineração”.

Nuno Cristelo, investigador e responsável da UTAD pelo MINECO, refere em comunicado que  “a combinação das excelentes propriedades mecânicas dos rejeitos com ligantes sustentáveis criará materiais integrados, tecnicamente competentes e ambientalmente otimizados”. Desta forma, será possível reaproveitar os resíduos reaplicando-os em “necessidades específicas” da indústria mineira como “camadas de enchimento de galerias mineiras desativadas, entre outras situações”. 

Os impactos da adoção das medidas desenvolvidas pelo projeto serão avaliadas ao longo de três anos. O projeto, financiado através de fundos comunitários, tem um custo de 800 mil euros. 

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...