Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

o canal de informação regional d'o largo....

26.03.21

Guimarães: Moreira de Cónegos vai ter novo centro de saúde


por Redação o largo.

"Será de referência". Esta é a garantia do município de Guimarães para o novo Centro de Saúde de Moreira de Cónegos.

Aprovado esta semana pela autarquia, a construção da unidade está inscrito no contrato-programa entre a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) e o município. Enquanto que a gestão do centro de saúde ficará a cargo do Ministério da Saúde, a câmara cederá os seus terrenos, localizados no lugar de Aviascos e no lugar da Laje, executará a obra e equipará a unidade. Isto corresponde a um investimento estimado de 1,2 milhões de euros, sendo que a obra deverá ser apoiada em 85% por fundos europeus.

O presidente da câmara de Guimarães, Domingos Bragança, considerou, em declarações aos jornalistas que o este contrato-programa "vai permitir a construção de uma estrutura muito importante e necessária em Moreira de Cónegos, dada a localização geográfica da vila e o conjunto de população que servirá".

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
26.03.21

Obras de intervenção no rio Lis já decorrem


por Redação o largo.

O Município da Marinha Grande e o Município de Leiria, em conjunto com a Agência Portuguesa do Ambiente, estão a realizar uma intervenção no rio Lis com vista a estabilizar e recuperar as margens entre a ponte de Monte Real, em Leiria, e a ponte das Tercenas, na Marinha Grande.

Em comunicado, o município da Marinha da Grande acrescenta que esta intervenção "consiste na limpeza de vegetação do leito, margens e dos diques; regularização pontual do leito e taludes das margens do rio; poda e desramação das arvores, incluindo a remoção das arvores mortas ou caídas e destroçamento dos sobrantes; e aplicação de herbicida sistémico homologado para controlo e combate de infestantes, nos taludes e coroamento dos diques". Ao todo, a intervenção será feita numa extensão total de 11 096 metros e representa um investimento de 120 mil euros.

A presidente da câmara da Marinha Grande diz que esta intervenção é "mais um bom investimento no rio Lis" e que se junta a outros que a autarquia tem em curso "em parceria com a APA como a construção de um cais no Rio Lis e a recuperação dos molhes na foz do Rio".

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
25.03.21

Viseu: Incêndio florestal causa um morto


por Redação o largo.

Uma mulher de 79 anos morreu esta quinta-feira num incêndio florestal em Vila Nova de Paiva, Viseu.

Segundo os media locais, o incêndio começou na aldeia de Teixelo, em Vila Cova à Coelheira. A vítima foi encontrada sem vida pelo filho junto a habitações nesta localidade por volta das 19h30.

A frente de fogo tem mais de dois quilómetros e, segundo dados da Proteção Civil, no local, estão 159 operacionais acompanhados por 47 viaturas. Durante a tarde, o combate contou com o apoio de três meios aéreos. O alerta para o incêndio foi dado às 15h53.

Além dos bombeiros, também a GNR está no local

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
25.03.21

Nelas: Obras de ampliação da rede de iluminação pública continuam


por Redação o largo.

A Câmara Municipal de Nelas mantém as obras de expansão da rede de iluminação pública, informou aquela autarquia.

Em comunicado, o município diz que este trabalho tem sido feito "de forma contínua, quer em novas urbanizações, quer complementando a rede já existente".

As últimas obras aconteceram "no arruamento em frente à Escola EB2/3 e Secundária Eng. Dionísio Cunha, em Canas de Senhorim, no arruamento transversal à Rua Dr. Eduardo Maria dos Santos", local que, segundo a autarquia, a iluminação se encontrava "deficitária".

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
25.03.21

Aros de Valdevez: Autarquia aprova 620 mil euros para obras


por Redação o largo.

O município de Arcos de Valdevez aprovou apoios de 620 mil euros para atribuição às juntas de freguesia, anunciou a autarquia.

Em comunicado, é referido que este valor servirá para a realização de "obras de beneficiação da rede viária, de sedes das Juntas de Freguesia, cemitérios, entre outras intervenções noutros edifícios e espaços, bem como para a limpeza e conservação da rede viária vicinal e municipal".

Os investimentos são feito ao abrigo dos "protocolos e de acordos de transferências de competências a celebrar com as Juntas de Freguesia", acrescenta o município.

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.
24.03.21

Vila Nova de Cerveira: aprovada nova área empresarial no concelho


por Redação o largo.

Vila Nova de Cerveira vai ter com uma nova área empresarial. Esta será a quinta no concelho e a terceira de âmbito municipal.

Em comunicado, a autarquia explica que o "Pólo V" do Parque Empresarial de Cerveira "surge da necessidade de colmatar a falta de resposta a uma real e crescente procura por este tipo de espaços, além de contribuir para melhorar a atratividade e a competitividade do território". Os restantes pólos estão lotados, "havendo apenas disponibilidade no Parque Empresarial do Fulão, de capital privado, que apresenta um conjunto de lotes com dimensões e características muito específicas para indústrias do tipo 2".

O pólo V ficará assim sedeado na freguesia de Sapardos, junto ao nó da A3, devido à sua "localização estratégica", representando um investimento de 1.3 milhões de euros, 750 mil dos quais do fundo FEDER. Esta área vai ocupar perto de de trinta e três mil metros quadrados, divididos por "doze lotes de dimensões idênticas". Além disso, a área será otimizada para ser possível a sua integração na topografia existente com "a criação de quatro plataformas, a diferentes cotas, com a instalação de três lotes em cada, como forma de minimizar o movimento de terras e reduzir o ruído visual. Todo o espaço será dotado de um conjunto de infraestruturas com repercussões nos custos do produto (produção e utilização de energias renováveis, e reutilização de águas), e com características compatíveis com as exigências da procura, principalmente ao nível do Sistema de Indústria Responsável", acrescenta a autarquia.

A obra será agora lançada a concurso público.

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.