GNR de Vila Real deteve 12 pessoas durante ação de combate ao tráfico de droga

0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 2 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Vila Real deteve, esta quarta-feira, seis homens e seis mulheres, com idades compreendidas entre os 21 e os 47 anos, que são suspeitos do crime de tráfico de estupefacientes.

Um dos detidos terá sido o mentor da Associação Nacional e Social de Etnia Cigana (ANSEC), que foi recentemente criada em Vila Real e que tem como objetivo promover o acesso ao emprego e à inclusão social.

No âmbito da investigação, que decorria desde novembro do ano passado, o Comando Territorial de Vila Real informa que “os militares deram cumprimento a 12 mandados de detenção, tendo ainda realizado 22 buscas, 10 domiciliárias e 12 em viaturas, nas freguesias de Mateus, Parada de Cunhos e Mouçós, no concelho de Vila Real, e em Vila Pouca de Aguiar.

No decorrer da operação foram apreendidas 427 doses de cocaína e 157 doses de heroína, bem como ainda duas pistolas, um punhal, 63 munições de vários calibres, 7.448.76 euros, vários artigos em ouro (pulseiras, cordões, libras, brincos, anéis e alianças), nove telemóveis e quatro viaturas.

Os detidos vão ser presentes amanhã, quinta-feira, 29 de abril, ao Tribunal Judicial de Vila Real para aplicação de eventuais medidas de coação.

A ação contou com o reforço das estruturas de investigação criminal dos Comandos Territoriais de Vila Real, Porto, Braga e Bragança, dos Destacamentos Territoriais de Vila Real e de Peso da Régua, do Destacamento de Trânsito de Vila Real, dos Destacamentos de Intervenção (DI) do Porto e de Braga, e da Equipa Cinotécnica de Vila Real.

A operação contou ainda com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP) e da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Vila Real.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...