Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

UTAD vai lançar Centro Académico Clínico

Novidade foi dada pelo reitor na cerimónia do 36.º aniversário da instituição
0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 8 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Dia absolutamente histórico“. Foi desta forma que o reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) deu a notícia do lançamento do Centro Académico Clínico, a base da futura formação médica na instituição.

No discurso que encerrou a cerimónia do 36.º aniversário da academia transmontana, que se celebrou esta terça-feira, Emídio Gomes prometeu mais novidades nos próximos dias. Mas acrescentou que a criação desta estrutura dentro da universidade se deveu à colaboração com outras entidades: “É uma iniciativa conjunta da UTAD e do Centro Hospitalar [de Trás-os-Montes e Alto Douro] e os três agrupamentos de centros de saúde sedeados na região“, especificou o reitor, frisando que este centro marcará “uma nova etapa do ensino e da investigação das Ciências Médicas no nosso país“.

O ex-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte classificou o projeto de “verdadeiramente inovador“ e que vai contribuir “para a melhoria dos cuidados de saúde prestados às populações de toda a região de Trás-os-Montes e Alto Douro“, apesar de ter sofrido “com muitos ‘ventos cruzados‘, surpreendentemente, alguns vindos da região Norte de Portugal“.

O centro terá como patrono Nuno Lídio Grande, médico nascido em Vila Real e que foi o fundador do Instituto Abel Salazar. Emídio Gomes referiu que a família “autorizou“ a utilização do nome para “apadrinhar este nosso centro académico clínico“.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...