Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

#informação #região #notícias o canal de informação regional d'o largo.

11.10.19

Mirandela vai ter um "Café Memória"

Local de encontro destinado a pessoas com problemas de demência e memória, é o primeiro a ser criado


por helena margarida

Divulgação

A Sonae Sierra e a Associação Alzheimer Portugal, em parceria com a Câmara Municipal de Mirandela e a Associação MentalMente, assinalam, com um evento no próximo dia 15 de outubro, pelas 17h30, no Museu Municipal Armindo Teixeira Lopes, a criação de um novo Café Memória em Mirandela.

As sessões do Café Memória de Mirandela terão lugar no Bar do Centro Cultural Municipal, com entrada livre e sem necessidade de inscrição prévia. A primeira sessão acontecerá no dia 16 de novembro e as seguintes irão realizar-se sempre nos terceiros sábados de cada mês, das 10h00 às 12h00.

Vera Pires Preto, Vereadora do pelouro da Saúde da Câmara Municipal de Mirandela, destaca o facto do Município de Mirandela ser o primeiro do interior do país a acolher o projeto Café Memória. "Reconhecendo as necessidades das pessoas com problemas de memória ou demência e atento às dificuldades vivenciadas pelos seus cuidadores, identificamos neste projeto mais-valias que promovem o bem-estar e previnem o isolamento social.”

A chegada do projeto à princesa do Tua está integrada na estratégia de expansão da iniciativa a diferentes regiões do país, de modo a levar esta resposta social a um número cada vez maior de pessoas com problemas de memória ou demência, seus familiares e cuidadores.

O Café Memória já está presente noutras cidades como Lisboa, Cascais, Porto, Viana do Castelo, Oeiras, Viseu, Braga, Guimarães, Madeira, Barcelos, Almada, Sintra, Évora, Esposende, Sesimbra, Barreiro e agora Mirandela.

O Café Memória consiste num local de encontro para a partilha de experiências e suporte mútuo a pessoas com problemas de memória ou demência, seus familiares e cuidadores, com o acompanhamento de profissionais de saúde e de serviço social e o apoio de voluntários. Visa contribuir para a redução do isolamento social em que muitas daquelas pessoas se encontram, melhorando, assim, a sua qualidade de vida. Pretende ainda sensibilizar a comunidade para a problemática das Demências, fomentando o seu envolvimento no projeto.

Em 2018, o Café Memória passou a ter uma vertente itinerante – o Café Memória Faz-se à Estrada – para ir ao encontro de comunidades que vivem fora dos grandes centros urbanos e que ainda não estão abrangidas pelo formato tradicional do Café Memória. Esta iniciativa tem permitido que as equipas técnicas desta rede informal de apoio cheguem a mais pessoas, prestando informações e sensibilizando a população na área das demências, de forma descontraída e informal. Desde o seu lançamento realizaram-se perto de 40 sessões com uma média de cerca de 40 participações por sessão.

publicidade