Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

o canal de informação regional d'o largo....

20.01.20

Município de Vila Real quer plantar "Um milhão de árvores" até final de 2020

Espécies autóctones foram as escolhidas para reflorestar áreas afectadas pelos fogos


por helena margarida

Município de Vila Real

O Município de Vila Real deu início na passada sexta-feira, 16 de janeiro, na serra do Marão, freguesia da Campeã, à plantação de árvores autóctones, no âmbito da adesão ao Programa Floresta Comum. O objectivo será plantar até final de 2020 “um milhão de árvores” no concelho, principalmente, nas áreas afectadas pelos incêndios.

Desde 2014 que, anualmente, a Câmara Municipal de Vila Real tem aderido a este programa, procedendo à plantação de espécies autóctones em vários espaços florestais municipais, em estreita parceria com as Juntas de Freguesia e Concelhos Diretivos. Até ao momento, já foram plantadas cerca de 250 mil árvores.

Na serra do Marão, na freguesia da Campeã, serão plantadas, no total, quatro mil árvores nos lugares de Vendas, Aveção do Cabo e Cotorinho. As espécies escolhidas foram a Quercus Suber, o Pinheiro Bravo, o Cupressus e a Bétula, todas árvores autóctones adaptadas ao território e às suas condições para garantir a sustentabilidade da floresta.

Recorde-se que recentemente o município procedeu ao abate de cerca de 50 árvores na principal avenida da cidade, a Carvalho Araújo, uma iniciativa que decorreu no âmbito do projecto de requalificação do espaço urbano e que gerou uma onda de críticas e muita polémica. “As árvores que hoje plantamos não são uma compensação. São sim a normalidade da autarquia de Vila Real que, ano após ano, investe e investe muito no âmbito da biodiversidade”, afirmou à Lusa Rui Santos, presidente da autarquia vilarealense.

"Curiosamente” no dia seguinte ao abate, segundo o autarca, estavam a ser plantados 336 pinheiros, no baldio de Benagouro, numa acção conjunta entre o município e o Banco Santander. “Hoje estamos a plantar mais 4.000 na Campeã. Se alerto para estes factos é apenas para desmistificar algumas afirmações que alegam que o município de Vila Real não gosta da natureza. Na própria avenida serão plantadas 76 árvores”, sublinhou.

O Programa Floresta Comum pretende envolver a comunidade e potenciar a criação de estruturas e redes locais de recuperação da floresta autóctone portuguesa. Neste âmbito, os viveiros florestais do Estado disponibilizam plantas ou outras ofertas que venham a integrar o projeto, sendo constituída anualmente uma Bolsa de Árvores Autóctones, provenientes exclusivamente de sementes portuguesas.

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
redacao@olargo.pt
estamos no facebook e no twitter.
escute a emissão d'o largo.fm e torna-se nosso patrono.

n'o largo...