Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

#informação #região #notícias o canal de informação regional d'o largo.

30.10.19

Vila Real: Professora constituída arguida pelo SEF

Docente liderava rede de falsificação de certificados de formação de português


por Bruno Micael Fernandes

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Uma professora de 57 anos foi constituída arguida depois do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ter desmantelado uma rede que falsificava certificados de formação de português.

A docente é suspeita de liderar a rede que incluía também uma imigrante ucraniana, residente em Viseu, que angariava os interessados nos serviços de rede, sendo que esta também foi constituída arguída. O Correio da Manhã precisa que a professora estava colocada numa escola de Vila Real.

A investigação iniciou-se há cerca de ano e meio. Cada imigrante pagava a inscrição no programa de formação, sendo-lhe passado o respetivo certificado "sem que a sua maioria frequentasse a totalidades das sessões que constituíam o programa", refere o SEF em comunicado. A grande maioria dos imigrantes tinha residência noutros locais do país, "designadamente em Leiria, Lisboa, Alentejo, Algarve e inclusive nas ilhas", precisa a organização, acrescentando que iam às sessões "numa ou outra ocasião" apenas "para assinar as folhas de presença, não frequentando efetivamente as aulas".

Em causa, estará mesmo a "emissão de centenas de certificados" fraudulentos. 

Para além das duas mulheres, foram constituídos outros dez estrangeiros já com nacionalidade portuguesa concedida. "Quando inquiridos ou interrogados, muitos necessitaram do auxílio de intérprete, uma vez que não conheciam sequer termos básicos da língua portuguesa", acrescenta a instituição. 

publicidade